ProPixel

Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

Kim3di's

avatar
Moderador

Cometário: O meu pai deve ter um grandão



Você sabia que uma pesquisa recente concluiu que homens com testículos menores tendem a ser pais mais dedicados do que aqueles que têm testículos mais avantajados? Estranho, não é mesmo? Os pesquisadores ainda não sabem explicar como existe essa relação, mas têm certeza de que ela é verdadeira.

O antropólogo James Rilling, da Universidade Emory, em Atlanta, nos EUA, explica que homens com testículos maiores produzem mais esperma e, consequentemente, precisam de mais energia para isso. Rilling acredita, portanto, que o fato de um homem precisar produzir mais esperma pode fazer com que ele tenha menos disposição para manter uma relação com seus filhos. Será?

Descobertas



O interesse de Rilling e sua equipe era entender os motivos que levam alguns pais a serem mais presentes e outros, nem tanto. Eles já sabiam que crianças que têm relações saudáveis com seus pais se tornam adultos mais bem desenvolvidos, com melhores capacidades emocionais e intelectuais, mas queriam entender por que isso acontece.

É possível fazer uma lista imensa com todos os estudos já publicados a respeito do comportamento humano e, inclusive, do comportamento masculino. Alguns deles apontam dados que comprovam que homens com maiores níveis de testosterona são mais predispostos ao casamento, o que se contrapõe com o fato de que pais mais dedicados, que estão envolvidos com as tarefas relacionadas aos cuidados dos filhos, como trocar fraldas e dar banho, têm queda em seus níveis de testosterona – o que não acontece com pais que ficam indiferentes com a chegada de um herdeiro. Estranho, não é?

Monitoramento



O fato é que a produção de testosterona sofre interferência de várias formas diferentes e seria incorreto tirar conclusões por apenas uma ótica. É possível que o nível desse hormônio seja menor em pais mais esforçados porque esses pais talvez se dediquem menos ao casamento e mais ao filho.

As pesquisas de Rilling envolveram 70 homens casados entre 21 e 55 anos, que têm até quatro filhos – desses pais, apenas quatro tinham mais tarefas com a educação dos filhos do que as mães. Os voluntários deveriam olhar imagens de seus rebentos enquanto seus cérebros eram monitorados por um aparelho de ressonância magnética e seus níveis de testosterona eram avaliados.

Conclusões



Os volumes de esperma dos homens avaliados tinham uma variação considerável, chegando a ter até um quarto de xícara de diferença. Os homens com testículos maiores aparentavam não ser muito envolvidos com seus filhos e, além disso, as áreas cerebrais correspondentes à ligação afetiva com as crianças foram menos ativadas durante o monitoramento com as fotografias. Os níveis de testosterona nesses pais são os mais altos também.

Cientistas avaliam que essas descobertas são importantes em estudos futuros a respeito do comportamento masculino quando o assunto é relacionamentos e paternidade. Essas observações podem também ajudar a entender as mudanças de tamanhos nos testículos – o que se sabe até o momento é que eles tendem a encolher conforme a idade avança. E aí, o que você achou dessas comparações? Elas fazem sentido para você?

Fonte: Huffington Post [Mega Curioso]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum